quarta-feira, 22 de julho de 2015

Pro seu próprio bem meu bem
Eu preciso te alertar
Quanto aos efeitos desastrosos
Que você terá ao andar comigo
Esteja preparado e alerta
Porque se você estiver esperando brisa
Saiba que eu sou vendaval
Se você estiver esperando uma onda no mar
Saiba que eu sou um Tsuname
Se você estiver esperando uma linda fogueira
Saiba que eu sou a lava de um vulcão
Se você estiver esperando uma garoa
Saiba que eu sou tempestade
Se você estiver esperando uma doce gata
Saiba que eu sou uma onça zangada e faminta
Esteja preparado e alerta
Quem espera por um lindo pôr-do-sol
Não pode com a brusca escuridão gelada da noite

Débora Garcia