quarta-feira, 22 de julho de 2015

A dor que persegue quem ama
É como um tigre que persegue a sua presa;
Sempre fugindo um dia a presa se cansa
E se entrega à morte
Débora Garcia